quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Expressão corporal e Sonoplastia

Atendendo a pedidos, posto aqui a história que contei no 4º Encontro Nacional de Educadores, realizado dia 13/01/2012, no Hotel Mirador, Copacabana, Rio de Janeiro.

Primeiramente o professor divide a turma em dois grupos. O primeiro grupo ficará responsável pela sonoplastia, usando o próprio corpo para produzir os sons. O segundo, fará os movimentos corporais de acordo com a história.

O professor pode pedir, ainda, que os alunos criem as suas próprias histórias, contando-as para todos. Deve haver um revezamento, de modo que os alunos passem pelas duas etapas. Então, eis a história...


Uma criança acordou com o despertador tocando. Levantou-se e logo ouviu os pássaros cantando no jardim. Foi até o banheiro, abriu a torneira, lavou o rosto, escovou os dentes e desceu a escada correndo.

O telefone começou a tocar. Era a mamãe pedindo para cuidar do bebê. Ele parecia que estava adivinhando, pois começou a chorar. A criança pegou seu irmãozinho com carinho, mas ele não parava de chorar. Chorava, chorava, cada vez mais alto. Finalmente o choro foi diminuindo e o bebê dormiu, sendo colocado com cuidado no carrinho.

A criança, então, abriu as janelas da sala. Na sua rua, que era uma subida, passava um caminhão vagarosamente. Do outro lado da calçada ela avistou a sua amiga, mas ela olhava em outra direção. A criança assoviou e, finalmente, a amiga acenou.

De volta à sala, ela sentou-se no sofá, relaxou, porém um barulho de um trovão a assustou. Começou um temporal. Raios e trovões eram ouvidos. A criança estava nervosa, andava de um lado para o outro, a tempestade aumentava. As janelas e portas batiam, a chuva fazia um grande barulho e ela estava com medo, muito medo. Aos poucos a chuva foi passando, passando e parou de vez. Ela sentiu-se aliviada.

Seu gatinho chegou na sala e começou a miar. A criança colocou ração para ele, fez um carinho e subiu para o seu quarto. Abriu a porta que o vento havia batido, deitou-se na sua cama. Pouco a pouco os pássaros voltavam a cantar.

Ela foi relaxando, relaxando, seus olhos foram ficando pesados e ela adormeceu.


Saiba com foi o 4º Encontro Nacional de Educadores no site:
http://www.enedu2012.com/fotos.html

4 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pela sua palestra no Enedu 2012!As atividades foram muito enriquecedoras!
Abraços,
Cláudia Pereira

Alessandra disse...

Obrigada Cláudia! Que bom que gostou, preparei tudo com carinho para vocês.
Em breve estarei colocando mais novidades no blog.

Anônimo disse...

Oi ! muito bom o material ! achei bem legal ! abraço espero vcs colocarem mais histórias p sonoplastia !

Aníbal Garrido

Stephanie Garcia disse...

Gostaria de mais histórias para trabalhar a sonoplastia.