sábado, 31 de outubro de 2009

O teatro e sua função transformadora

Hoje em dia é muito raro os pais levarem seus filhos para assistirem a um espetáculo teatral. Os filmes da Disney acabam sendo mais atrativos (e até mais baratos) do que uma ida ao teatro. Vivemos numa cultura que o hábito não existe, logo, o contato com esse meio dá-se exclusivamente através da escola.

Muitos autores criticam o teatro infantil dizendo que só se vê por aí um “teatrinho para criancinhas, com tudo coloridinho e com vários inhos”, como se elas não fossem capaz de entender outra coisa. Há também uma crítica em relação às brincadeiras do tipo onde está tal personagem, como se os pequenos não conseguissem assistir sem participar. As várias interrupções acabam desviando a atenção do enredo.

O teatro exerce uma função transformadora. Através do impacto emocional, a criança passa a refletir sobre determinada questão moral ou social. Ele pode ser usado para apresentar algum conteúdo, estimulando a curiosidade para pesquisas sobre o assunto, revisar alguma matéria ou fechamento de projeto. E quando os alunos participam ativamente, vivenciam muito mais o que está sendo trabalhado.

Um comentário:

Uma educadora disse...

Olá, amiga. Muito bom seu blog. Dê continuidade, pois o assunto é bastante vasto e enriquecedor. Abraço