domingo, 25 de novembro de 2012

O teatro de sombras

Pesquisando na internet descobri uma das prováveis origens do Teatro de sombras.
Diz a lenda que no ano 121, o imperador Wu Ti, da dinastia Han, desesperado com a morte de sua bailarina favorita, ordenou ao mago que a trouxesse de volta do "Reino das Sombras", caso contrário ele seria decapitado.
O mago usou toda a sua criatividade e, através de uma pele de peixe macia e transparente, confeccionou a silhueta de uma bailarina. Quando tudo estava preparado, ele ordenou que no jardim do palácio, fosse erguida uma cortina branca contra a luz do sol.
Então começou o espetáculo para o imperador e sua corte. Toda a apresentação foi acompanhada de um som de uma flauta que fez surgir a sombra de uma bailarina movimentando-se com graciosidade. Dizem que nesse momento, teria surgido o teatro de sombras.
O Teatro de Sombras é muito interessante de assistir e chama a atenção de adultos e crianças. As sombras podem ser feitas com o próprio corpo, usando apenas as mãos, como na foto ou com silhuetas feitas com cartolina preta. Para colocar um pouco de cor, basta vazar o desenho na cartolina e colar um pedaço de papel celofane. Pronto! As cores aparecerão nas sombras.
Quem quiser receber um pdf com todas as sombras, basta deixar o e-mail.
As sombras foram retiradas do site www.pititi.com

6 comentários:

Valéria disse...

Oi querida, vim aqui te dizer que o sorteio já será domingo, espero sua participação.

Stephanie Garcia disse...

Ei, gostaria de receber o pdf das sombras, meu e-mail é stephanielgarcia2@gmail.com

Alessandra disse...

Foi enviado, Stephanie. Desculpe a demora.

BG disse...

Olá Alessandra, boa tarde.
Eu também gostaria de receber o pdf das sombras. Meu e-mail brunoguimaraes.ssa@gmail.com
Muito obrigado.

Anônimo disse...

Você ainda tem esse PDF ? Se puder me mande. (ufvjm.rafael@hotmail.com) Muito interessante seu trabalho. Parabéns! ;)

Alessandra disse...

Segue o pdf para quem solicitou. Bruno, desculpe, só vi seu comentário agora, estava na caixa de spam. Espero que ainda seja útil. Abraços!