quinta-feira, 16 de julho de 2015

A varinha mágica

Alessandra - Há muitos anos havia uma fada bondosa que gostava de ajudar as pessoas. Um dia, no bosque onde morava, teve uma ventania e levou sua varinha para longe. Ela procurou durante vários dias e não a encontrou. Então ela resolveu fazer um encanto: - Quem encontrar a minha varinha poderá realizar muitos desejos - disse a fada. Ela continuou vivendo no bosque e aprendeu a realizar seus desejos mexendo as orelhas. Vocês gostariam de conhecer o bosque onde mora a fada?
Crianças - Sim!
Alessandra - (Abro na sala um túnel de pano.) Vamos entrar nesse túnel e sairemos lá. (Todos passam pelo túnel, animados.)
Eliane - É um túnel mágico.
Sabrina - Vamos conhecer o bosque da fada!
Alessandra - Aqui é o bosque, vamos até aquelas árvores lá do outro lado. (Em algum momento do caminho coloco uma varinha num canto da sala para ser encontrada pelas crianças.)
Gustavo - Olha! Uma varinha!
Paulo - Nós achamos a varinha da fada!
Alessandra - Cada um ficará um pouco com ela e vai transformar os amigos e o lugar no que quiser. Todos devem obedecer quem estiver com a varinha. Mas vamos fazer apenas movimentos corporais, sem som.
Geisa - Posso começar?
Alessandra - Pode sim.
Geisa - Todo mundo vai virar leão. (Todos se transformam em leões ferozes, caminhando pela sala. Escuto alguns rugidos e lembro que movimentaremos somente o corpo.)
Geisa - E agora vão virar estátua. (Nessa hora o silêncio predomina, ninguém fala ou se mexe.)
Alessandra – Geisa, você vai escolher alguém para ficar com a varinha.
Geisa - Eu escolho o Cláudio.
Cláudio - (Pega a varinha.) Vocês vão ser dinossauros. (...) E agora todo mundo é formiga.
Alessandra - O que vocês estão fazendo como formigas?
Paulo - Eu moro no formigueiro.
Sabrina - Tô carregando muitas folhas.
Eliane - Vou me encontrar com outras formigas.
E assim a brincadeira continua até que todas as crianças tenham ficado com a varinha e realizado seus desejos.

Nenhum comentário: